OM MANI PADME HUM   Leave a comment


Sobre Maturidade e Consciência

“Não espere a compreensão dos outros, seja você essa compreensão.

Não espere ser feliz pela presença de alguém amado na sua vida; seja feliz só porque você existe, independentemente de qualquer um.

Não espere que um salvador celeste venha salvar sua alma, apenas evolua e cresça, para você ser salvo de sua própria ignorância.

Não espere o perdão de alguém, seja você esse perdão.

Não espere que alguém se desculpe de você, seja você essa desculpa.

Não espere que a morte surja para provar que você vive além dela; use o discernimento e saiba disso agora!

Não espere a vida passar para que você passe sem compreender coisa nenhuma.

Cada momento é importante, cada vida é importante, e cada coisa que se aprende é importante; por isso é muito importante viver e valorizar essa existência atual, que tem de ser a melhor de todas as existências, independentemente de vidas anteriores.

O que você possa ter sido lá atrás, já passou. O que interessa é essa vida, e que você seja feliz aqui e agora, sem jamais depender de algo (ou de alguém) fora de si mesmo.

E toda transformação que você quiser que ocorra, seja você mesmo essa transformação, em lugar de procurar pedir essa transformação fora de si mesmo, dos outros, do mundo ou do que quer que seja.

O que quer que aconteça na sua vida, seja lá o que for, a chegada de alguém ou sua partida, não dependa disso para que seu discernimento se acenda.

Independentemente de quem chega ou de quem parte, é você que está aí dentro e, ao longo da eternidade, você estará acompanhado por si mesmo, todo o tempo.

Então, se amanhã, ou em outras vidas, você quiser estar bem acompanhado, comece a crescer agora, para que você seja boa companhia para sempre, de você mesmo.”

A Budha Kwan Yin ou Guanyin foi uma princesa que acreditava ser a vida mais do que existia atrás dos muros do seu castelo.

Entrou para um monastério contra os desejos de seus pais, que logo aceitaram sua decisão quanto ela provou a sua fé.

Viveu o resto de sua vida nas montanhas ajudando as pessoas necessitadas.
Diz a lenda que ela possui mil braços e mil olhos pois ela consegue ver tudo e a ajuda a muitos.

Ocidentalmente é caracterizada como a “Deusa da Misericórdia, da Compaixão e do Amor incondicional”!

Publicado 10/09/2011 por detbat2 em Entretenimento

Etiquetado com , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: